Horto Florestal de SP comemora 123 anos com caminhada

0
30

Celebre o aniversário de um dos mais importantes parques da Zona Norte participando de uma caminhada por seus jardins neste domingo, 10, e conheça mais sobre sua história

O aniversário do Parque Alberto Löfgren – Horto Florestal, é comemorado hoje, 10 de fevereiro, domingo. E para festejar os 123 anos do local, será realizada uma caminhada pelos jardins do parque, que tem sua entrada principal localizada na rua do Horto, 931, Horto Florestal, na Zona Norte de São Paulo. O horário de início da caminhada é as 9h e a previsão de término às 12h. Durante o percurso, os monitores contarão a história do parque e de algumas das edificações históricas, como o antigo Palácio de Verão do Governo e o Museu Florestal, além de várias atrativos como a Trilha do Arboreto 500 anos, Núcleo Estação Vida, entre outros. A atividade é totalmente gratuita e não é necessário agendamento prévio.

123 anos de história
Conhecido como Horto Florestal, seu antigo nome, o Parque Estadual Alberto Löfgren, apesar de localizado em área urbana, mantém extensas áreas de Mata Atlântica, constituindo uma importante referência para a população da Zona Norte da Capital. Criado em 1896, o Horto Florestal é a primeira área de conservação efetivamente implantada no Estado de São Paulo. Com a desapropriação do Engenho Pedra Branca, a princípio foi fundado como um Horto Botânico, institucionalmente ligado à seção de Botânica da Comissão Geográfica e Geológica da Província de São Paulo (CGG), subordinada a pasta de Agricultura.

Em 1909, o Horto Botânico passa a ser denominado Horto Botânico e Florestal, e em 1911 com a criação do Serviço Florestal do Estado, o local passa a denominar-se somente Horto Florestal, que tinha como objetivo principal a produção de florestas de rápido crescimento para recuperação da cobertura florestal do Estado, devido à escassez de florestas nativas já devastadas em razão da expansão da fronteira agrícola no Estado.

Somente em 1963 o Horto Florestal recebe o status de Parque Estadual, ou seja, uma unidade de conservação, alterando os objetivos de manejo da área, passando a enfatizar a preservação de ecossistemas naturais e a restauração daqueles degradados. Em 1968 o local passou a denominar-se Parque Estadual Turístico da Cantareira, nome que nunca foi oficialmente incorporado. Sendo assim, continuou a ser popularmente conhecido como Horto Florestal e pela administração pública como Parque da Capital.

Em 1983 toda a área do parque é tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (CONDEPHAAT). E em 1993, pela Lei Estadual no 8.212, a unidade passou a denominar-se Parque Estadual Alberto Löfgren, em homenagem ao naturalista e cientista sueco, que foi chefe da Seção de Botânica da Comissão Geográfica e Geológica, fundador do Instituto Florestal e criador deste parque.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here