Cinco dicas para comprar sua casa própria

0
33

Comprar um imóvel é uma grande conquista, mas é preciso responsabilidade e cautela na hora de escolher a casa ou o apartamento que irá adquirir mas fechar um bom negócio

Comprar a casa própria é o desejo de grande parte dos brasileiros Sair do aluguel faz com que a vida familiar ganhe mais estabilidade e segurança, mas para muitos isso também quer dizer uma dívida de 20 ou até 30 anos. É preciso se planejar e verificar alguns pontos importantes antes de fazer um financiamento para que essa seja uma decisão acertada e feliz. Lucas Araujo, superintendente de marketing da Construtora Trisul, listou cinco dicas para quem quer comprar seu imóvel com responsabilidade. Confira:

1-Escolha o melhor momento

A decisão de comprar um apartamento leva em conta uma série de questões. É preciso definir onde vai comprar, em quantas parcelas irá financiar, fazer uma análise do mercado imobiliário (especialistas indicam que estamos em um bom momento, com preços estáveis, por exemplo). “Comprar o imóvel próprio requer muita pesquisa e planejamento, tanto sobre o empreendimento, como sobre o mercado imobiliário e a empresa com quem irá fechar negócio. Veja também se será vantajoso para toda família firmar residência neste local. Essas ponderações evitam que tome uma decisão precipitada”, explica Lucas.

2-Faça um planejamento

Planeje o seu mês desde o começo. Anote todas as despesas e dívidas em gastos fixos e gastos pontuais., assim saberá qual o valor da parcela cabe no seu orçamento na hora de fazer uma simulação de financiamento. “Para quem quer comprar um apartamento por meio de um financiamento imobiliário é preciso ter organização financeira e tomar cuidado com gastos supérfluos”, aconselha Lucas.

3-Utilize seu FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ser utilizado como uma forma de pagar menos juros, reduzindo o total das parcelas, dependendo da modalidade do imóvel, e da fase em que se encontra da obra. “O valor depositado no FGTS pode ser usado como entrada do imóvel, abatendo do valor financiado”, orienta Lucas. Quem tiver algum recurso em poupança ou em outros investimentos também pode usar como entrada.

4- Atenção para a localização do imóvel

O bairro em que a residência está localizada pode também contribuir muito para a sua valorização. “Imóveis localizados perto de escolas, bancos, farmácias, metrô, mercados e hospitais são vantajosos para as famílias e facilita o dia a dia. Além disso, apartamentos e casas em áreas bem estruturadas de comércios e serviços, bem como próximos de áreas empresariais, com bastante oferta de trabalho, tendem a ser bons investimentos, já que são valorizados cada vez mais’, ensina o superintendente de marketing da Trisul.

5-Utilize seu 13º ou férias

Ao se planejar para comprar a casa própria, uma boa dica é guardar recursos extras, como 13º salário, férias ou outros recebimentos. Eles podem ser usados tanto para se criar uma poupança e guardar dinheiro para ser usado como entrada no financiamento ou para antecipar ou garantir o pagamento de mais parcelas após o imóvel já estar comprado. “Separar esse dinheiro para quitar parcelas é uma ótima forma de amortizar prestações e diminuir os juros, e ajudar a acabar com algumas taxas operacionais, já que você pode quitar algumas parcelas de uma única vez”, diz Lucas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here