Conheça os benefícios da yoga

0
60

A pratica milenar indiana ajuda na saúde física e mental e possui diferentes vertentes. Conheça algumas delas e escolha a que mais se identifica para praticar

Praticar atividades físicas regularmente, ou seja, ao menos três vezes na semana, gera muitos benefícios à saúde, tanto física, quanto mental. Mas, para que haja determinação é preciso escolher uma atividade que você goste, se identifique e se sinta bem. Por isso, vamos falar sobre a yoga, para que você conheça seus benefícios e as diferentes vertentes que existem.

A prática milenar indiana já é muito popular no ocidente, mas nem todos sabem que ela apresenta diversas linhas e segue em constante evolução, com ramificações cada vez mais atualizadas e adaptadas ao mundo contemporâneo. Por isso, conversamos com os instrutores do Espaço HarmonYoga para saber mais detalhes das principais vertentes da Yoga. Confira abaixo um pouco sobre cada uma delas, seus benefícios e indicações considerando a personalidade e estilo das pessoas:

:: Ashtanga ::
As práticas envolvem seis séries de posturas fixas que vão sendo desenvolvidas pelo praticante ao longo do tempo e de acordo com a capacidade do corpo de executar cada uma das posições. Não existe um tempo certo para o praticante avançar para a série seguinte, isso varia de acordo com cada um e cada série se torna mais desafiadora.
Focada em posturas mais pesadas, a técnica exige e ensina muita disciplina e é indicada para os que gostam de desafios físicos e buscam atividades físicas mais estimulantes e mais intensas e seus principais benefícios estão associados ao ganho de força, à flexibilidade, ao equilíbrio, à consciência corporal e ao alinhamento.

:: Hatha ::
Considerado como yoga clássico, tornou-se um dos tipos mais populares do Ocidente porque a prática é focada no condicionamento físico, no fortalecimento do corpo e no aumento da flexibilidade. O ‘yoga da fortaleza interior’ é indicado para toda e qualquer pessoa, sem restrição de idade. Suas aulas consistem em sequencias mais lentas, nas quais os indivíduos permanecem por mais tempo na mesma postura, sendo indicadas às pessoas que pretendem a começar a se aventurar no yoga. Dentre seus benefícios, contribui à flexibilidade, força corporal, além de melhorar a energia e trazer mais equilíbrio. Sem esquecer do seu grande potencial de relaxamento.

:: Iyengar ::
Focado na permanência durante a execução das posturas e no alinhamento de cada um dos movimentos, tem como objetivo despertar sensações e emoções no praticante, o que ajuda a purificar o corpo e aumentar a consciência individual. É uma prática muito indicada para pessoas que possuem alguma limitação de movimentos e para quem procura corrigir a postura. Suas aulas têm ritmo mais lento e pessoal e as posturas são ensinadas com um grande vigor técnico, utilizando os props (acessórios específicos, como blocos e almofadões, para auxiliar na execução dos exercícios), tornando a realização das posições mais acessível.

:: Jnána ::
Uma vez que a prática consiste no conhecimento intelectivo, com ênfase à aplicação da inteligência discernidora para alcançar a libertação espiritual, é um yoga realizado sem mexer o corpo, que necessita de determinação e aprofundamento além da filosofia e dos sentidos que atuam na percepção do ‘ouvir, tocar, sentir, ver’.

:: Kundalini Yoga ::
Voltado para o trabalho espiritual e para a conexão entre corpo, mente e espírito através da realização de atividades físicas, é um estilo mais contemplativo, reflexivo e individual de yoga, que trabalha com o equilíbrio entre o corpo físico e mental. Assim, além de técnicas físicas, tem um foco na metodologia respiratória, partindo do princípio de que unindo as posturas e os exercícios de respiração é possível equilibrar os chacras que vão desde a base da coluna até o topo da cabeça. A liberação de energia proveniente dos chacras é responsável pelo aumento da consciência, do bem-estar e da plenitude.

:: Laya ::
Mescla práticas suaves de relaxamento com técnicas de respiração e palavras de autoconfiança e autossugestão, com o objetivo de eliminar as gravações negativas de nossa mente e subconsciente – como depressão e ansiedade e gravar pensamentos e imagens positivas de saúde, alegria e paz.

:: Power ::
As posturas são praticadas com mais dinamismo, o que exige força física e consciência corporal. Não existe sequência fixa e aulas duram de 50 a 99 minutos, incluindo exercícios respiratórios, posturas em pé, no chão e equilíbrios sobre o braço. É indicado para quem gosta de exercícios corporais fortes para chegar ao fim da aula em um nível de relaxamento profundo.

:: Rája ::
Voltado para o lado espiritual e desenvolvimento pessoal do praticante – e não para o esforço físico, esse tipo de yoga vai além das práticas corporais, compreendendo éticas a serem seguidas para alcançar o chamado estágio de pura consciência; tais como Asanas (posturas psicofísicas, exercícios físicos e mentais da hatha yoga), Dharana (concentração da mente em um ponto), Dyana (meditação), Niyama (pureza do corpo e da mente, contentamento, auto-esforço, estudo de si mesmo), Pranayama (controle do prana através de exercícios respiratórios), Pratyahara (controle dos sentidos), Samadhi (união com o Ser interior) e Yama (não matar, não mentir, não roubar, não ser desequilibrado e não cobiçar).
Uma vez que suas aulas não são focadas em posturas intensas ou sequências de asanas muito desafiadores, é indicado a quem já tem o hábito de meditar.

:: Vinyasa ::
A prática se baseia na execução de posturas em flow – seguindo uma sequência de movimentos que se juntam quase como em uma coreografia, estabelecendo um fluxo contínuo de posições. A execução das posturas é sincronizada com a respiração, o que garante mais consciência corporal, redução do estresse, alinhamento adequado e maior equilíbrio entre corpo e mente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here