Conheças as terapias alternativas oferecidas gratuitamente pelo SUS

0
1011

Você sabia que a prática preventiva da medicina já é uma realidade no Brasil? O Sistema Único de Saúde (SUS) já oferece hoje 29 terapias alternativas que ajudam na melhoria da saúde da população

Pensando na melhoria da saúde da população e trabalhando com a medicina preventiva, o Sistema Único de Saúde (SUS) tem hoje 29 práticas terapêuticas que podem ser usufruídas gratuitamente pelos brasileiros. São elas: acupuntura, apiterapia, aromaterapia, arteterapia, ayurveda, biodança, bioenergética, constelação familiar, cromoterapia, dança circular, fitoterapia, florais, geoterapia, hipnoterapia, homeopatia, imposição de mãos, ioga, meditação, musicoterapia, naturoterapia, osteopatia, ozonioterapia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa, terapia de antroposofia e termalismo.

Para o Ministério da Saúde, comandado no último governo por Ricardo Barros (substituído este ano, no novo governo, por Luiz Henrique Mandetta), as terapias alternativas são investimentos preventivos, para que as pessoas não fiquem doentes, evitando que os problemas de saúde se agravem ou que sejam internadas e precisem de cirurgias, o que gera custos altos para o sistema e tira qualidade de vida do cidadão. “Somos o país que oferece o maior número de práticas integrativas disponíveis na atenção básica”, enfatizou Ricardo, que também ressaltou que essas terapias são baseadas na medicina tradicional, que ao longo de milênios deram certo.

Em 2017 o SUS realizou 1,4 milhão de atendimentos individuais, sendo a maioria deles para acupuntura, com 707 mil atendimentos. Depois, vieram medicina tradicional chinesa, com 151 mil sessões de tai chi chan e liangong, 142 mil de auriculoteriapia e 35 mil sessões de ioga.

O próximo passo do Ministério da Saúde é fazer a divulgação e o engajamento dos cidadãos no uso desses tratamentos como prevenção à saúde, que, segundo Barros, não faz parte da cultura brasileira. “Se você vai à China, a cada 50 metros, tem uma casa de massagem. Aqui, a cada 50 metros, tem uma farmácia. Essa é a mudança que precisa ser alcançada”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here