A expansão das cafeterias no Brasil

0
263

Consumidores exigentes e em busca de sabores apurados criam demanda de novos estabelecimentos e, com isso, cresce também a procura pela profissão de barista

Uma expressão criada no início dos anos 2000 ficou famosa nos últimos anos por aqui. Trata-se da “Terceira onda do café”, um fenômeno que está ligado à percepção do café como produto artesanal, que se se diferencia por seus atributos, como origem, torra e método de preparo.

Segundo o Relatório Internacional de Tendências do Café, divulgado ano passado pelo Bureau de Inteligência Competitiva do Café da Universidade Federal de Lavras (UFLA), os consumidores brasileiros estão cada vez mais exigentes e interessados em conhecer todo o processo da bebida. Pesquisas de especialistas do setor apontam que, enquanto o consumo do café tradicional tem crescido cerca de 2% ao ano, o dos cafés gourmet crescem em média 13%. As mesmas pesquisas apontam que os cafés com custo superior a R$ 12 nas embalagens de 500 gramas tiveram crescimento ainda maior, cerca de 31,1% entre os anos de 2015 e 2016.

Com isso, algumas cafeterias oferecem informações que vão desde a origem do grão até a escolha do método de preparo do café pelo cliente, que vai do clássico coador a extrações mais sofisticadas, como aeropress ou prensa francesa.

A busca por opções artesanais e sabores mais requintados da bebida, criou a demanda de abertura de novas cafeterias, especializadas em cafés especiais e também tem contribuído para o surgimento de novos postos de trabalho. A cada ano, mais pessoas buscam qualificação para conquistar uma vaga no setor. Profissionais como e torradores de café são exemplos de trabalhadores que têm ganhado campo com o aumento da produção e do consumo de cafés diferenciados.

O barista é a pessoa que sabe tudo sobre a tradicional bebida, desde o processo produtivo até aquele café chegar na mão dele, do processo de torra, prova, análise clínica. Tem que entender de tudo. E para quem procura uma nova área de trabalho, saiba que de acordo com especialistas do setor, a tendência é que o mercado de cafés especiais possa crescer ainda mais nos próximos anos e, com isso, haverá demanda para especialistas no assunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here